paceria
Meteorologia e Oceanografia

Onda de calor “Lúcifer” assola regiões da Europa

fig
Mulher usa leque para refrescar a si mesma e a uma menina enquanto se desloca dentro de um trem em Bucareste, Romênia, sexta, 4 de agosto, 2017. (Foto: Vadim Ghirda).

Uma onda de calor implacável apelidada de “Lúcifer” atingiu partes da Europa na semana passada, matando pelo menos 2 pessoas na Romênia. De acordo com a Associated Press, cooperativa da imprensa americana, as temperaturas subiram até valores que ultrapassaram os limiares, fazendo com que as autoridades emitissem alertas de tempo severo.

Na Romênia, um homem de 45 anos desmaiou e morreu na sexta passada (04), e um homem de 60 anos sofreu um ataque cardíaco num porto no leste do país na quinta passada (03).

O calor sem precedentes na França, Itália, Espanha e nos Balcãs dispararam dezenas de incêndios, afetando plantações. As autoridades decretaram restrição de tráfego em algumas áreas e proibiram trabalhos ao ar livre durante o período do dia com as maiores temperaturas, as quais alcançaram 40°C.

Apesar dos verões serem quentes na região, não é comum ocorrerem temperaturas tão altas por tantos dias consecutivos. “É simplesmente demais!”, disse uma agente do estado real Sasa Jovanovic da capital Servia de Belgrado. “Ás vezes sinto como se não pudesse respirar”.

Meteoalarm, uma operação pan-europeia composta por dezenas de serviços meteorológicos nacionais, avisou que “grandes danos e acidentes são esperados, em muitos casos com risco de morte”, de acordo com a Sky News.

Alertas vermelhos, que são emitidos quando as condições são consideradas “muito perigosas”, foram emitidos para regiões da Itália, Suíça, Croácia é Polônia. Alertas laranjas de emitidos para Espanha, sul da França, Grécia e para a maior parte do Mediterrâneo.

Autoridades concitam as pessoas a se manterem hidratadas, evitarem consumir álcool, e permanecerem dentro de suas casas. Como poucas casas possuem ar condicionado, agentes de saúde indicam o uso de toalhas úmidas nas janelas para manter os interiores fresco.

 

 

Sobre o autor

Centro de Hidrografia da Marinha

O Serviço Meteorológico Marinho brasileiro (SMM), executado pelo Centro de Hidrografia da Marinha, provê apoio ao navegante por meio da emissão de avisos de mau tempo, elaboração de cartas sinóticas e de boletins de previsão meteorológica para toda a METAREA V (área de responsabilidade marítima brasileira).

As atividades desenvolvidas pelo Serviço Meteorológico Marinho brasileiro são executadas em cumprimento a Convenção Internacional para Salvaguarda da Vida Humana no Mar (SOLAS 1974-1988, Ratificada pelo Brasil por meio do Decreto 92.610).

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário