paceria
Mentalidade marítima

Projeto Velejando por um Mundo Melhor

Desenvolvido pela velejadora Luisa Gandolpho, o projeto Velejando Por Um Mundo Melhor promove uma metodologia inovadora de inclusão de Vela para deficientes auditivos. Luisa aplica aulas para crianças entre 10 e 13 anos, utilizando movimentos com bandeiras e criando novas simbologias em libras para facilitar a comunicação à distância nas aulas práticas. O projeto – que começou em março deste ano e tem previsão de duração de um ano – está sendo realizado em duas partes: a primeira ensinando a parte teórica e construindo uma nova simbologia náutica em Libras e a segunda, pratica que será apoiada pelo Clube Naval Piraquê.

Na foto a primeira velejada das crianças do INES, para comemorar o fim do primeiro semestre da pesquisa. As crianças começam a utilizar os sinais em LIBRAS, logo será montado o Glossário e uma nova metodologia de representação de sinais náuticos, que possam ser utilizados em todo o Brasil, possibilitando o ensino e, posteriormente, a inclusão de deficientes auditivos na prática da vela em regatas e competições.

(64)

O Projeto tem o apoio da PUC Rio ,do Instituto Gênesis e do Departamento de Tecnologia da PUC Rio que junto ao INTO se engajaram na causa, ajudando no desenvolvimento de próteses e órteses, assim como desenvolvimentos de sensores e cadeiras que ajudem a reabilitação e a inclusão das pessoas através da Inovação.

(66)

Vale seguir o Projeto pela sua página no facebook que fica em  www.facebook.com/velejandoporummundomelhor

Sobre o autor

Redação Rumar

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário