LEPLAC

Bandeirantes das longitudes salgadas

A Amazônia Azul, nossas novas fronteiras a leste do Brasil começaram a ser conquistadas em 1958, durante a 1ª Conferência das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUDM) por nossos novos bandeirantes que diferentemente dos de outrora que, eram motivados principalmente pelo espírito aventureiro, se utilizam de estratégia, ciência e diplomacia. Eles são representados por nossa Marinha, Petrobras, Ministérios de Minas e Energia, Meio Ambiente, Relações Exteriores e Comunidade Científica Nacional.

O levantamento minucioso da plataforma continental, chamado de LEPLAC que começou em 1987, estendeu o direito dos brasileiros a estas novas fronteiras do mar. Os trabalhos foram realizados a bordo do navio oceanográfico Alte. Câmara a serviço da DGN – Diretoria Geral de Navegação e mais quatro navios da Marinha do Brasil. Com eles, foram mapeados cerca de 440.000 km ao longo da costa brasileira. Em 2004 a área oceânica sob jurisdição nacional, já contabilizava 4.4 milhões de km², uma área equivalente a metade do território brasileiro. Hoje, essa verdadeira Amazônia Azul conta com 5.7 milhões de km², sob a jurisdição, responsabilidade e direitos de nosso País.

O Brasil tem vocação marítima e, depende do mar para o seu Progresso.

AMAZÔNIA AZUL – SOBREVIVÊNCIA E PROSPERIDADE DO BRASIL – LEPLAC

Sobre o autor

Fabrizio

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário