ESPORTE Surf

Big Riders aproveitam altas ondas na Baía de Guanabara

Instagram @michedb

Leia Mais: Cidade do Rio de Janeiro registra maior média de ondas da história

Alguns Big riders brasileiros, os surfistas de ondas gigantes, aproveitaram os dias com ondas gigantes na costa da cidade do Rio de Janeiro para terem momento raro de surfá-las.

Michelle des Bouillons, que esteve em Nazaré, em Portugal, recentemente, foi uma delas e mostrou suas emoções ao surfar ondas acima de 4 metros na Laje da Besta, na entrada da Baía de Guanabara.

“Hoje foi emocionante!Desbravei mais uma onda temida nesse mundão, e dessa vez foi no meio dos cartões postais mais lindos da nossa cidade maravilhosa”, disse Michelle.

Carlos Burle, que já surfou maiores ondas do mundo em 2001 em Mavericks, na Califórnia sendo campeão munndial de Ondas Gigantes em 1998 em na perigosa onda de Killers, na Baía de Todos os Santos, no México, deu sua versão.

“Pra você que não sabe, esse tipo de ondulação grande assim é muito rara no Brasil. Os surfistas esperam essas condições acontecerem pra treinar e se preparar pra surfar em outros lugares que esse tipo de onda é mais comum. Exige muito do surfista, precisa de um equipamento próprio, preparo psicológico e a grande diferença é que você precisa estar no lugar certo, na hora certa. Por isso que a gente se especializa em leitura de mapas e previsão de tempo pra não perder oportunidades como essa. Pra você que não sabe, esse tipo de ondulação grande assim é muito rara no Brasil. Os surfistas esperam essas condições acontecerem pra treinar e se preparar pra surfar em outros lugares que esse tipo de onda é mais comum. Exige muito do surfista, precisa de um equipamento próprio, preparo psicológico e a grande diferença é que você precisa estar no lugar certo, na hora certa. Por isso que a gente se especializa em leitura de mapas e previsão de tempo pra não perder oportunidades como essa”, disse.

Sobre o autor

Fabrizio

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário