Canoagem

Expedição Anamauê chega ao estado do RJ e segue na reta final, rumo ao seu destino: Niterói.

Seis remadores e velejadores do RJ e ES saíram no dia 24 de Arraial D´Ajuda (BA). Por conta das condições difíceis do mar eles aportaram em Barra de São João (RJ) e devem seguir viagem na sexta-feira, dia 8, ou no sábado, dia 9, para Macaé (RJ) no que deve ser o trajeto mais difícil da expedição. Chegada em Niterói (RJ) deve ocorrer na próxima semana.

Atletas aportados na praia de Grussaí, em Barra de São João (RJ) / Crédito: Divulgação

A 4ª edição da Expedição Anamauê atravessou todo o litoral do estado do Espírito Santo e chegou no estado do Rio de Janeiro no fim da tarde desta terça-feira na praia de Grussaí, em Barra de São João, no extremo norte do RJ.

Já são mais de 700km navegados e remadores pelos seis velejadores/remadores: três capixabas e mais três do Rio de Janeiro (sendo dois de Niterói).

Eles entraram na parte final da Expedição, mas terão que aguardar até sexta ou sábado para seguirem viagem. O mar grande e condições difíceis, postergaram a ida programada nesta quarta-feira para Macaé (RJ), que promete ser o trecho mais difícil da expedição. As previsões também não são boas para quinta-feira.

Crédito: Divulgação

O trajeto entre Barra de São João e Macaé tem expectativa de 120km e várias horas no mar: “Ontem foi um dia de navegação difícil, com muito técnica, conseguimos cruzar mais um estado”, destacou Douglas Moura, niteroiense e um dos líderes da expedição.

“Por conta do mar grande e condições difíceis, optamos por não sair nesta quarta-feira. A previsão também não é boa para esta quinta-feira. Nesta manhã, estamos com rajadas de 20 a 25 nós, podendo aumentar. Necessitamos não só preservar o nosso equipamento, mas também nossas vidas. Vamos tentar cruzar o Cabo de São Thomé que é um dos marcos da expedição. É uma parte mais difícil e delicada. Nosso objetivo é chegar em Macaé. Depois disso com certeza será uma remada/velejada bem divertida rumo ao destino final, mas vamos passo a passo”, apontou Ranin Thomé, capixaba de Regência e um dos líderes da tripulação.

Eles saíram no último dia 24, véspera de Natal, da sede da Canoa Polinésia Pataxó, em Arraial D´Ajuda, no sul da Bahia, com destino a Niterói (RJ), na praia de Jurujuba, na base do Centro de Estudos do Mar – CEM onde devem chegar no começo da próxima semana. O total percorrido será de 650 milhas náuticas, mais de 1.000km.

Saída de Regência. Crédito: Divulgação

Dos 14 dias de expedição até aqui, eles navegaram e remaram em dez deles. O primeiro destino foi a praia de Corumbau, no município de Prado (BA), depois desembarcaram na praia do Prado (BA). Condições ruins impediram que a tripulação saísse no dia 26. No dia 27 foram para Nova Viçosa navegando e remando por 80km. Na segunda-feira tiveram que abortar a chegada na divisa com o Espírito Santo por uma tempestade e desembarcaram na praia de Mucuri, a Costa Dourada. O último trajeto antes da virada do ano foi até Regência, o maior deles com 100km onde aportaram na base da Canoa Polinésia Pataxó, comandada por Ranin Thomé, um dos líderes da 4ª Expedição Anamauê. No dia 2, rumaram para a capital do ES, Vitória. No dia 3 partiram em trajeto mais curto para Anchieta (ES) e no dia 4 foram para o extremo sul do estado, em Marataízes (ES) até cruzarem a divisa com o RJ nesta terça-feira.

O trajeto é inédito, percorrendo o litoral sul da Bahia, todo o litoral do Espírito Santo, Norte, Região dos Lagos no Rio de Janeiro. Os tripulantes passam dias inteiros no mar sem o auxílio de equipamentos eletrônicos, apenas bússola e carta náutica.

A expedição utiliza uma canoa havaiana V6 adaptada em parceria com a CORE VA´A para a utilização de duas velas.

A expedição pode ser acompanhada pelo aplicativo SPOT pelo link e também pelo instagram da equipe @anamauevaa com fotos, vídeos e stories.

https://maps.findmespot.com/s/FZ3J

Os atletas levam seus mantimentos e equipamentos para dormir nas praias mais remotas e sem abrigo, do litoral.

Crédito: Divulgação

Confira o progresso dos remadores e velejadores no trajeto da expedição:

Dia 24/12 Arraial D´Ajuda – Ponta do Corumbaú (BA): 30 milhas náuticas

Dia 25/12 Ponta do Corumbau (BA) – Prado (BA): 30 milhas

Dia 26/12 – Sem navegação – Condições ruins do mar

Dia 27 Prado (BA) – Nova Viçosa (BA)

Dia 28 Nova Viçosa (BA) – Mucuri (BA)

Dia 29 Mucuri (BA) – Barra Nova (ES): 30 Milhas Náuticas

Dia 30/12 Barra Nova – Regência (ES) : 54 Milhas Náuticas

Dia 02/01 Regência (ES) – Vitória (ES): 40 Mn

Dia 03/01 – Vitória (ES) – Anchieta (ES): 35 Mn

Dia 04/01 – Anchieta (ES) – Marataízes (ES): 20Mn

Dia 05/01 – Marataízes (ES) – Barra de São João (RJ): 30 Mn

Dia 06/01 Mar grande, tripulação em terra

*13º Barra de São João (RJ) Macaé (RJ): 65 Mn

*14º Dia – Macaé (RJ) Arraial do Cabo (RJ): 55 Mn

*15º Dia Arraial do Cabo (RJ) Niterói (RJ): 65 Mn

* sujeito a alterações

Mais detalhes com Fabrizio Gallas – +55 21 994004061 (tel e whatsapp)

Sobre o autor

Redação Rumar

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário