paceria
Mentalidade marítima

Uma Vida de Amor ao Mar

Uma célebre citação da escritora americana Clarissa Pinkola Estés diz que “Quando um navio grandioso se encontra no porto e ancorado, certamente ele está seguro. Mas… não é para isso que se constroem navios grandiosos”. Clarissa estava certa: assim como os grandes navios, as grandes personalidades da história humana não temeram deixar seu porto seguro para desbravar os mares de sua missão.

O Comodoro Alvaro José de Almeida Júnior com o recém-inaugurado estandarte da Marinha Mercante.
O Comodoro Alvaro José de Almeida Júnior com o recém-inaugurado estandarte da Marinha Mercante.

A história de coragem e bravura que vamos conhecer teve origem em Belém do Pará, onde um menino órfão de mãe vivia uma infância humilde no seio de uma família numerosa. Nosso herói começou a trabalhar ainda muito jovem, na própria cantina do clube de escoteiros do qual fazia parte. Antes de completar 18 anos, com o objetivo de amparar a família, ingressou na escola de Marinha Mercante de sua cidade para aprender a ciência e a arte da navegação. Desde seu primeiro pagamento como praticante, o oficial enviava metade de seu salário para aliviar os sacrifícios de seu pai na criação dos nove irmãos. Seu nome: Alvaro José de Almeida Júnior.

2º Oficial de Náutica Alvaro no navio de passageiros “Itahité”.
2º Oficial de Náutica Alvaro no navio de passageiros “Itahité”.

Não tardou para que o jovem Alvaro tivesse que deixar sua cidade natal em busca de oportunidades profissionais. Foi no Rio de Janeiro que ele viveu as alegrias e adversidades do início de carreira. Também no Rio de Janeiro, efetuou os cursos de aperfeiçoamento necessários para alcançar o posto de Capitão-de-Longo-Curso. Sendo um dos mais novos de sua geração a alcançar tal posto, comandou 14 navios das empresas Companhia de Navegação Costeira, Lloyde Brasileiro e Aliança em rotas ao redor do mundo. Em 1986, se tornou Doutor em Política e Estratégia Marítima pela Escola de Guerra Naval e, mais recentemente, recebeu o distintivo de Comodoro pela Marinha do Brasil.

Durante o período de tempo que separa o pequeno escoteiro de Belém do Pará do grande Comodoro da Marinha Mercante Brasileira, o Comte. Alvaro José de Almeida Júnior viveu muitas aventuras. Foram 3.710.000 milhas navegadas em 48 anos de carreira a bordo, sendo 37 deles comandando navios para o exterior. Desafiando toda probabilidade, o Comte. Alvaro concluiu seus 8.025 dias no mar sem sofrer qualquer acidente. O amor pelos oceanos não permitiu que o comandante encerrasse suas atividades marinheiras. Ao contrário, atualmente ele desempenha a importante missão de presidir o Centro dos Capitães da Marinha Mercante, trabalho ao qual se dedica diariamente e com incessante energia.

Entrega do Liner Maringá, em 1971, da Empresa de Navegação Aliança, com a presença do craque Pelé, da seleção brasileira, dos Ministros dos Transportes e Planejamento à época
Entrega do Liner Maringá, em 1971, da Empresa de Navegação
Aliança, com a presença do craque Pelé, da seleção brasileira,
dos Ministros dos Transportes e Planejamento à época

No comando do CCMM, o Comte. Alvaro também realizou grandes feitos. Expressando toda paixão contida em sua vocação, ele foi autor da letra do Hino da Marinha Mercante, cuja música foi obra do CLC Francisco César Monteiro Gondar e arranjo do maestro Sirley Ferrari. Também durante a gestão do Comte. Alvaro e com o apoio da Diretoria de Portos e Costas – Marinha do Brasil, o CCMM lançou os dois volumes do livro “A História da Marinha Mercante Brasileira”, de autoria do CLC Alberto Pereira Aquino. A mais recente conquista do CCMM foi a criação do estandarte da Marinha Mercante, entronizado nos centros de instrução CIAGA-RJ e CIABA-PA pelas próprias mãos do ilustre Comte. Alvaro. Também nesse projeto, o CCMM contou com o decisivo apoio do Vice-Almirante Lima Filho, Diretor de Portos e Costas.

Além de presidente do Centro dos Capitães, o Comodoro é membro da Associação Brasileira de Direito Marítimo, membro da Sociedade Brasileira de Engenharia Naval e integrante do Conselho Consultivo do Fundo de Desenvolvimento do Ensino Profissional Marítimo. Também faz parte de suas atividades profissionais a realização de diversas palestras pelo Brasil, aulas, pronunciamentos em eventos oficiais, produção de artigos e pareceres técnicos.

WhatsApp Image 2017-06-28 at 15.14.10

Apesar do currículo imponente, a simplicidade é a característica mais marcante do Comte. Alvaro. Inconformado com os problemas sociais que até hoje assolam seu país, o Comandante apoia as causas do combate à pobreza, acesso à educação de qualidade, promoção do desenvolvimento social e fim da corrupção. Unindo em seu caráter a afabilidade e o vigor que somente os verdadeiros líderes sabem combinar, o Comte. Alvaro é não apenas um exemplo de marinheiro, mas também um símbolo vivo de amor e serviço ao país.

Nathália de Oliveira Souza

Mestranda em Estudos Marítimos – Escola de Guerra Naval

Assessora de Relações Institucionais – Centro dos Capitães da Marinha Mercante

Sobre o autor

Nathália Souza

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário